A sua empresa tem dificuldades em reter talentos?

30 de novembro de 2021Por Siembra Beneficios0

A retenção de talentos é um assunto que tem preocupado cada vez mais líderes e gestores de diferentes setores do mercado. Hoje em dia, as empresas concorrentes podem estar de olho não apenas nos seus clientes, mas também em seus colaboradores. Por isso, é importante garantir que seus funcionários estejam satisfeitos com a sua empresa e as oportunidades que ela oferece.

Para isso, é importante entender o ponto de vista das pessoas que compõem a sua equipe. Para elas, é muito importante que haja qualidade no ambiente de trabalho e benefícios. Alguns profissionais tendem a buscar outras empresas quando acreditam que devem evoluir na carreira, seja em responsabilidades ou financeiramente, mas não encontram oportunidades no lugar onde estão.

Fazendo uma reflexão crítica, você acha que a sua empresa enfrenta problemas com a retenção de talentos? Neste artigo, você vai entender qual a importância de manter uma equipe constante de colaboradores e como aumentar a satisfação deles.

O que leva as empresas a perderem talentos

Há algum tempo, ter uma carreira estável era o mais importante para a maioria dos profissionais. Era normal encontrar pessoas que desejavam ingressar no cargo, ter um salário constante e a possibilidade de evoluir na carreira ao longo dos anos. Hoje em dia, porém, é cada vez mais comum ver uma rotatividade que pode interferir nos resultados da sua empresa.

Isso se deve a alguns fatores. O primeiro é o aumento da consciência dos profissionais sobre o seu valor de trabalho, especialmente quando se trata de mão-de-obra especializada. Preocupados em progredir na carreira e com tantos recursos para estudar online, muitos profissionais têm buscado se especializar e adquirir diferenciais. Mas se o funcionário não se sentir reconhecido na empresa, ele irá buscar outro emprego, que tenha mais benefícios, flexibilidade e possibilidade de crescimento.

O mercado também tem se tornado cada vez mais competitivo e há mais ofertas de emprego disponíveis. Tanto os sites de classificados quanto redes sociais como LinkedIn têm facilitado a recolocação profissional. Tendo mais recursos e acesso a oportunidades de emprego, o funcionário, evidentemente, tenderá a procurar aquilo que o deixará mais feliz.

Além da falta de oportunidades, descontentamento com salários e benefícios, há ainda outras motivações que podem levar a pedidos de demissão. O principal deles se refere às condições inadequadas de trabalho, seja pela falta de recursos humanos e tecnológicos, pressão e abusos no trabalho, falta de flexibilidade e desorganização.

Sem contar a divergência de valores ou fit cultural entre os colaboradores e a empresa. Às vezes aquilo que a empresa acredita não é o mesmo que o colaborador acredita, logo, ele não se sente motivado a realizar seu trabalho.

Por que muita rotatividade é prejudicial?

De que maneira a perda de profissionais prejudica a sua empresa? Quando você tem muita rotatividade na equipe é mais difícil alcançar resultados. Para treinar novos colaboradores exige custo e tempo de adaptação. E isso pode prejudicar os processos da empresa, gerando atrasos, ruídos na comunicação e falta de organização. Por isso é sempre importante criar estímulos para que os colaboradores queiram fazer parte da sua empresa.

Funcionários insatisfeitos também podem comprometer a imagem da instituição, dando uma impressão negativa sobre a marca. Além de prejudicar a aquisição de novos talentos, isso também pode atrapalhar nas vendas, já que a marca não será bem vista no mercado.

Por outro lado, quando a empresa incentiva a permanência de bons profissionais, ela tem um recurso importante para continuar crescendo. E por ser um bom ambiente de trabalho, que valoriza os seus funcionários, ela tenderá a atrair novos profissionais. Assim, é possível substituir colaboradores improdutivos por pessoas que compartilham dos valores e da cultura da sua empresa e querem fazer parte dela.

5 maneiras eficientes de reter talentos

Cultura de feedback

A comunicação é uma das ferramentas mais importantes para aumentar a colaboração entre os membros de uma equipe. No entanto, muitos profissionais não sabem passar corretamente os feedbacks. Essa prática de falar sobre o resultado de um trabalho ou discutir um problema é comum na rotina entre colegas, independente da hierarquia do cargo.

No entanto, se a pessoa não souber se expressar, ela pode não atingir o objetivo ou passar a impressão errada. Dar bons feedbacks exige técnica, implica em ter empatia, organizar bem as informações, sugerir soluções para os problemas apontados e elogiar quando for necessário. Vale a pena investir na capacitação dos funcionários e criar uma cultura de feedbacks.

Cultura organizacional

Para que as pessoas se sintam motivadas a fazer parte da sua empresa, elas precisam conhecer os valores, a visão e os objetivos da marca. Quando elas compartilham da mesma missão, são maiores as chances delas se envolverem nos projetos, contribuindo com novas ideias e melhorando os resultados.

Para que isso aconteça, é preciso que a empresa seja transparente com seus funcionários e compartilhe sua identidade, suas crenças e planos. Lembre-se que se você quer passar uma imagem positiva sobre a sua empresa, isso deve começar de dentro. Sua equipe deve se sentir bem no ambiente de trabalho e orgulhosa da empresa.

Esse fit cultural também deve ser levado em consideração na hora de selecionar novos funcionários. Há diversas técnicas que a equipe de Recursos Humanos pode utilizar em entrevistas e dinâmicas com este fim.

Plano de carreira

Profissionais que se sentem estagnados tendem a se sentir desmotivados. Por isso, é importante que a sua empresa ofereça oportunidades e novos desafios. Sejam com novos projetos ou novos cargos, é importante estimular seus colaboradores a continuar aprendendo e evoluindo.

Uma das melhores maneiras de se fazer isso é o plano de carreira. Além de lançar o desafio de crescer dentro da empresa, essa é uma forma de reconhecer aqueles talentos que se destacam. Isso implica não só em aumentar o salário e os benefícios, mas também dar novas responsabilidades.

O ideal é que o plano de carreira seja transparente. Sabendo quais requisitos precisam ter para avançar de posição, seus funcionários podem se planejar para alcançar os objetivos e a sua empresa sairá ganhando com o aumento da qualidade do trabalho.

Benefícios e bonificações

Além de oferecer qualidade de trabalho, um bom salário pode ser um fator muito importante para atrair e reter talentos. Mas não é apenas isso que os profissionais buscam em bons empregos. Para ingressar em uma empresa ou continuar nela, os funcionários levam em consideração os benefícios.

Esses benefícios podem ser diversos. Os principais são o vale refeição e o vale alimentação, que auxiliam no orçamento familiar. O ideal é que o cartão de benefícios conte com uma grande rede de estabelecimentos comerciais cadastrados, assim o funcionário tem mais possibilidades de escolha.

Outro benefício importante são os planos de saúde e telemedicina. Eles garantem que o seu funcionário tenha cobertura de consultas e exames de rotina e em caso de doença. Com esse benefício, o colaborador sente mais segurança e entende que a empresa se preocupa com o seu bem-estar.

Outros benefícios como vale transporte e auxílio home-office também são imprescindíveis e muito valorizados. Algumas empresas também oferecem um dia de folga no aniversário e licença paternidade, por exemplo.

Vale ainda lembrar sobre as bonificações, que são benefícios oferecidos em dinheiro. Ele pode ser oferecido como um reconhecimento pelo alcance de metas, um bônus em datas comemorativas ou até mesmo participação nos lucros.

Saúde dos colaboradores

Em qualquer setor, o ambiente de trabalho não deve comprometer a saúde dos colaboradores. Isso diz respeito tanto à saúde física, garantindo equipamentos de segurança adequados em caso de insalubridade, quanto à saúde mental.

Um relacionamento tóxico dentro da equipe, com muita pressão ou excesso de trabalho, pode acarretar em quadros de ansiedade. A falta de motivação e incentivo, também podem contribuir para o desenvolvimento de quadros depressivos.

Portanto, é fundamental que a empresa se preocupe com o psicológico dessas pessoas. Além de trabalhar a comunicação e a organização interna, muitas empresas adotam planos de saúde e telemedicina como benefícios.

Outra possibilidade é o desenvolvimento de parcerias com academias e espaços esportivos, que garantem descontos aos seus funcionários. É cada vez mais comum encontrar empresas que criam incentivos para funcionários que se exercitam com regularidade.

Conheça os benefícios dos Cartões BRCarga: soluções de vale alimentação e refeição, saúde dental e telemedicina para funcionários do setor de transporte.

Responda

Seu endereço de e-mail não será publicado. Ítens com * são obrigatórios.

https://siembrabeneficios.com.br/wp-content/uploads/2021/05/Logotipo.png

A Siembra é uma Gestora de Benefícios com expertise em estruturar e viabilizar a implantação de produtos e serviços junto ao Setor Sindical.

A Siembra é uma Gestora de Benefícios com expertise em estruturar e viabilizar a implantação de produtos e serviços junto ao Setor Sindical.

Redes Sociais

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e ofertas exclusivas.

    https://siembrabeneficios.com.br/wp-content/uploads/2021/05/selo.png

    Copyright 2021. Siembra Benefícios. Todos os Direitos Reservados.

    Copyright 2019. Bold Themes. All rights reserved.

    bt_bb_section_top_section_coverage_image